A Manifestação dos Filhos

“E viveu nos desertos até ao dia em que havia de manifestar-se a Israel.” Lc 1:80

Deus é quem tem o controle dos tempos e épocas, observe estas palavras de Jesus:

“Respondeu-lhes: Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade;” At 1:9

A bíblia diz que Deus enviou Jesus na plenitude do tempo, ou seja, no tempo certo, no exato momento, da mesma forma a bíblia diz que João Batista saiu dos desertos e se manifestou a Israel no tempo determinado pelo Pai.

Quando temos a consciência que temos um Pai perfeito e nos colocamos debaixo de seu governo, entendemos que tudo, assim como os tempos de todas as coisas que nos diz respeito está sobre o seu controle.

Podemos não entender, não compreender, mas cabe a nós confiar e simplesmente declarar; seja feita a sua vontade e não a nossa.

Qualquer coisa além desta atitude corremos o risco de nos machucar, assim como declararmos uma atitude de orgulho, onde colocamos a força de nossos braços acima da vontade de Deus.

O que precisamos entender, é que quem precisa manifestar a Israel, não somos nós, mas o Pai através de nós. Portanto Ele sabe o tempo certo que deseja fazer isto.

Querido, Deus não precisa da nossa manifestação ou apresentação pessoal, mas Ele sabe quando é o tempo dEle, o Pai, manifestar-se, apresentar-se através de nós.

Deus deseja ser reconhecido em nós, e não que nós sejamos reconhecidos, caso isto aconteça podemos sofrer ataques que se fosse ao contrário o inimigo jamais tentaria fazer.

Portanto, permita que Deus a seu tempo o leve para fora do deserto, para que Ele seja manifesto a Israel e não nós.

Pensando desta forma podemos entender que enquanto o filho não entender o propósito de sua vida debaixo do governo do Pai, o deserto ainda será seu lugar.

Jesus disse com doze anos, Eu tenho um Pai, e cabe a mim cuidar dos negócios de meu Pai, no entanto, sabemos que só com quase trinta anos Ele realmente se mostra, apresentando o Pai em tudo o que fazia.

Portanto, conforme está escrito, a criança enquanto criança, mesmo sendo filha, lhe é necessária ficar debaixo de tutores e curadores até o tempo determinado pelo Pai.

Porque o filho por si só não pode fazer nada, a não ser aquilo que ele vê o Pai fazer e assim faz igual.

Este é o alvo, isto é estar debaixo do governo do Pai. Isto é apresentar o Pai.

O deserto existe para que ao sair não saiam os filhos independentes, mas saia o Pai nos filhos obedientes e submissos, porque a obra, a história, foi escrita pelo Pai e não pelos seus filhos, e o alvo dos filhos é que todos conheçam o Pai.

Glória a Deus

Pense Nisto!

Alberto Carlos Macedo
The Love Lives

Alberto Carlos Macedo

Alberto Carlos Macedo

Alberto é Pastor Presidente da Igreja Evangélica Amor e Graça. Nascido em Paraíso do Norte, foi chamado ao ministério integral desde 1999. Sua ênfase maior é a fé, onde crê em um Deus Vivo e Presente em todo tempo.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz